As a woman, I want it all / Como mulher, quero tudo!

Yesterday was international woman’s day and I read a lot of articles, posts and messages about the day…

I must confess that some of the posts disturbed me as some women expressed their anger against the day… I agree with them that some of the young generation do not know or understand the meaning of the day, what happened over the decades that made women have a day recognized by the United Nations and also that women must not need a day to be remembered… We exist also in the other 364 days in the year…

I agree and disagree… The reason is simple equals should be treated equally, unequal unequally…

Without being a hypocrite we are not equal… We want and deserve to be equal to men,  but in fact we are still unequal. Women are stigmatized all over the world… Nothing about specific religions or cultures, because the inequality exists in all cultures and sociaties.  Women are still underpaid, overworked, given less opportunities, and overcharged, not to say disrespected, abused and bullied.

For that reason we do not need only a day, we need many other days, however one is a good start… No, I am not accepting a token… I am just saying that the recognition shows that we are right in our claim, that we are right in our fight for equality of choices and opportunities, that all the other women that fought and sacrifised for the right to vote, to work, to earn the same have acomplished their tasks…

Of course there is a lot more to be acomplished, there is it all, and we walking there… Never before women had so much voice, so much opportunities,  so much space, and we will have more and more.. Until such a time that we will be really equal and it will be silly the debate of  day, as men and women will understand that they do not exist without one and another…

Congratulations to us all… I accept the flowers, the compliments, the praise, the salary increase, the promotion, the right to speak… I thank every person who fought for this… I mean every person, without gender… There is still a long way to go, but we are also a long way down the road from the first step.. Let’s celebrate!

image

 

Ontem foi o dia internacional da mulher e eu li vários artigos, posts e mensagens sobre dia….

Devo confessar que algum dos posts me deixaram um pouco perturbada… Pois muitas mulheres expressavam o seu desconforto e desacordo com o dia… Eu concordo que a geração atual talvez não se aperçeba do significado real do dia…que não saibam dos fatos que ocorreram ao longo das últimas décadas para que fizesse que as Nações Unidas reconhecesse o dia oficialmente… E que nós mulheres não deveriamos ser apenas reconhecidas uma vez no ano, mas também nos seus outros 364 dias…

Eu concordo e discordo com as posições que li contra o dia… A razão é simples, iguais devem ser tratados igualmente e desiguais desigualmente…

Sem pretender ser hipócrita, nós não somos iguais… Nós queremos e merecemos ter tratamento igual aos homens, mas na realidade ainda somos desiguais… Nós mulheres somos estigmatizadas no mundo inteiro… E aqui não me refiro especificamente a religião ou cultura, pois a desigualdade existe em todos os países e sociedades… Nós ainda recebemos menos salários, menos oportunidades, mais trabalho, para não dizer que muitas de nós ainda são abusadas, desrespeitadas e violadas.

Por essa razão nós não merecemos apenas um só dia mas muitos outros… Entretanto um dia já é um começo…e eu não estou aceitando migalhas… Estou apenas querendo demonstrar que o reconhecimento é uma prova de que estamos certas no nosso pedido…que estamos certas na nossa luta pelas mesmas possibilidade de escolha e oportunidade…e que todas as mulheres que lutaram e se sacrificaram pelo direito de trabalhar, votar e receber um salário igual, são vencedoras em suas lutas…

É óbvio que ainda há muito mais a ser feito…eu quero tudo e nós vamos chegar lá…Nunca na história mulheres tiveram tanta voz, tantas oportunidades, tantas escolhas e tanto espaço e esse espaço só irá aumentar… É um caminho sem volta… Até o dia em que seremos realmente iguais e que o debate sobre o dia internacional da mulher será estéril pois entenderemos que homens e mulheres não sobrevivem uns sem os outros…

Parabéns a todos nós…eu aceito as flores, os elogios, o aumento de salário, a promoção, o direito de voz…obrigada a todas as pessoas que participaram nessa caminhada, e aqui o agradecimento não tem  genêro…ainda temos um longo caminho a seguir, mas estamos também bem longe do primeiro passo… Vamos celebrar!

Share:

Leave a comment

Leave a Reply