Rough Iceland / Islândia Inóspita

Rough Iceland / Islândia Inóspita
I have been waiting for this trip for months and months… It was a rather special one, as we would be more than 30 people together from different parts of the world with a tight schedule to follow. A resumèe of what we would expect for the 3 following nights:
  • Hiking into the wild Iceland with an option to a swim into the hot river… This meant strip your clothes off in open space surrounded by your travel colleagues, under the icy rain, place clothes in a plastic trash bag to avoid soaking and run into the water… Boxed ticked… I made it… Not before a head bash from a voice on my left year… Shut up, take your clothes off and just get in there… From there you can see I was moaning too loudly… Redressing was not as bad as I had anticipated… And the clothes were not too soaked, only mudded!
  • Visit to the Golden Circle – Iceland is a place of contrasts… As you may know it is the youngest land on earth which means that the earth is still working… Due to the geographic place, it is cold and dark  during a large part of the year; however under the surface the place is on fire… There is so much pressure going on that they have Geysers throughout the country, whereas the water is so hot and there is so much pressure that it needs to erupt out of the earth every 3 or 4 minutes… A strong sign of force of nature…. So, we went to see one of those… Very special…

img-20170122-wa0107

  • Also part of the Golden Circle you have the Selfoss  waterfall… Reasonably close to Reykjavik… The trip can easily be done during  the day…
 img-20170122-wa0036
  • Blue Lagoon… One of the wonders of world! Imagine a turquoise lagoon of hot water! This is it! No words will describe the sensations of the body and the pleasure of the mind… A must do!

img-20170122-wa0056

img-20170122-wa0051
  •  Reykjavik – the town is cute and the Icelanders very open to tourists. The whole country has only 350,000 inhabitants… They are crazy party animals who love to go out late and come home at Dawn…

 

  • img_20170121_1622563img_20170121_1623384
  • The cherry on the cake – the Northern lights hunt! We were waiting for it since the first night… We went to an amazing Hotel in the middle of nowhere so that we could optimise the chances of seeing the lights, as they can only be seen if there is no pollution in the sky… We were advised that we could be woken up anytime during the night, should the lights materialised. The Ion hotel is a splendor on itself and has one of the most amazing bars in the world, the Northern lights bar… Even if we were in the right place, it was not the right time… We had actually had to hunt the lights to a place where there was less clouds and we managed to see it… Gorgeous phenomenon!
  •  img-20170122-wa0141img-20170122-wa0138img-20170122-wa0055img_20170119_211300_849
  • In between there was a lot of eating and drinking involved. I ate the best tomato soup of my life at Fridheimar, which is a massive tomato greenhouse run as a family business where tomatoes are the ingredient of all courses… So, tomato soup, pasta with tomato sauce, tomato ice-cream, tomato cheese cake… All delicious!

 

img_20170120_143934_853img_20170120_1323525

  • Also, a meal with the Vikings can be fun if you have a sense of humour! Not far from Reykjavik…
Enjoy the photos and get inspired..This was not my trip to Iceland… And I don’t think it will be the last…
XX Valentina
Eu vinho esperando por essa viagem há meses e meses, já que nos seríamos mais de 30 pessoas de várias partes do mundo a ir juntas a esse lugar tão especial e ter uma agenda de eventos bem apertada…. Um resumo do que nos esperava nas 3 noites seguinte:
  • Trilha pela inóspita Islândia com a opção de um mergulho em um rio de águas quentes… O que significa tirar as roupas ao ar livre em volta dos seus companheiros de viagem, sob uma chuva de granizo em temperaturas negativas… Colocando as roupas em um saco de lixo para evitarem de ficar ensopadas e corner para água… Pode marcar, FEITO…. Mas não antes de um esporro no meu ouvido direito quando eu ainda hesitava se fazia ou não… Só escutei assim… Cala a boca, tira roupa e entra na água…. Hahahaha…. Nem pensei mais…. Arranquei tudo e corri para a água… Sair da água não foi tão difícil quanto eu havia pensado e as roupas do saco não estavam ensopadas… So cheias de lama… Risos
  • Visita ao Círculo de ouro – A Islândia é um país de contrastes… É a terra mais jovem do planeta, o que significa que a terra ainda está em movements por debaixo da superfície. A sua localização geográfica faz com que durante a maior parte do ano, as temperaturas sejam baixas e os dias escuros; entretanto abaixo da superfície, a terra está em ebolição…. Há tanta pressão embaixo dos nossos pés que pelo país inteiros há o que eles chamam de Geysers, que são saídas de água quente, mais de 100 grass Celsius que entram em erupção a cada 3 ou 4 minutos… Uma demonstração espetacular da força da natureza e nós fomos ver um desses eventos…
  •   Não muito longe de um desses Geysers fomos até uma das maiores cachoeiras da Islândia – Gulfoss – relativamente perto da Capital, Reiquiavque, messes dois lugares podem ser vistos em um dia…
  • Blue Lagoon ou Lagoa Azul – uma das maiores maravilha naturais do mundo! Tudo que eu possa escrever ou falar não vai ser o suficiente para descrever o lugar… Águas quentes e azul turquesa… Puro deleite para o corpo e para a alma….
  • Reiquiavque – Capital da Islândia – a cidade parece cheia de casinhas de boneca… Pequena e delicada… Os seus moradores são abertos e felizes, adoram fazer festa e ir para a balada tarde e voltar ao amanhecer…
  • O melhor de tudo – a caça a Aurora Boreal… Fenômeno imprevisível que merece uma verdadeira caça… Nós estavamos de sobreaviso desde a primeira note e torcendo ansiosamente que pudessemos ver. Fomos para um hotel no meio do nada com coisa nenhuma onde as chances de ver a Aurora aumentar por causa da falta de poluição e luminosidade em torno do hotel. Fomos avisados que poderíamos ser acordados a qualquer hora da noite se a Aurora aparecesse… O Ion hotel é um esplendor e merece ser visitado. O bar do hotel está na lista dos 10 bares a serem visitados no mundo. Apesar de estarmos no lugar certo, estavamos na hora errada e para ver a Aurora, tivemos que sair caçando de ônibus até um lugar onde não houvesse nuvens e nós conseguimos! Que maravilhoso fenômeno!
  • Entre tudo isso havia muito comilança… Comida e bebida não faltou nessa viagem. Comi a melhor sopa de tomate da minha vida… Fridheimar é uma empresa de agricultura familiar onde cultivam tomates e server refeições a Base da fruta, onde a sopa é de tomate, o molho da massa é de tomate e as sobremesas levam tomate… Sorvete de tomate, cheesecake de tomate, torta de maça com molho de tomate… Tudo delicioso!
  • Também recomendo um jantar no vilarejo Viking… Isso para quem quer se divertir sem querer uma experiência gastronomica.
Espero que gostem das fotos e considerem a Islândia um destino a visitar! Não foi a primeira vez que fui e acho que não será a última.
XX Valentina
Share:

Leave a comment

  1. A Hearty Nomad
    January 24, 2017 / 8:55 pm

    Well this is on my list and I love hunting even better if it will be for Aurora Borealis. Fantastic

      • A Hearty Nomad
        January 24, 2017 / 9:02 pm

        I know. One day! Probably very soon. I like the idea of spending there a few months.

        • January 24, 2017 / 9:04 pm

          Not my first time and it will not be the last… other places such as Vik are to be visited too

          • A Hearty Nomad
            January 24, 2017 / 9:05 pm

            Yeah you are right! I’ll do it all very soon.

Leave a Reply