Feriadão em Amsterdam – Páscoa 2018.

Há bastante tempo eu venho planejando voltar a Amsterdam… Já faziam muitos anos que eu havia visitado e logo estava na hora de voltar…

Pensamos que uma boa oportunidade seria o feriadão da Páscoa… As crianças estavam super animadas com a idéia de andar pela Cidade de bicicleta.

Eu tinha como meta ir ver os campos de tulipas… Como a Páscoa 2018 caiu bem cedo, a hora era essa… O florescer normalmente acontece do fim de Março e os campos ficam bonitos até o meio de Maio.

Quando estava organizando a viagem, eu logo me dei conta que não é nada fácil encontrar quartos que ocupem uma família de 4 pessoas…. Eu não gosto de me separar do meu marido e filhos quando estamos viajando de férias. Na verdade é o contrario… eu gosto da bagunça de dormir todo mundo junto… Não me faz falta a privacidade, já que eu as tenho todos os dias…

Eu achei o que pareceu ser um bom quarto no Hotel Marriot… Preços em Amsterdam são muito caros mas esse pareceu razoável  (não disse barato) e inha o quarto família que eu queria…

Bem, não vou dizer que o hotel foi um tragédia total porque não foi, mas estava muito longe de ser um 5 estrelas.

A localização era maravilhosa…central e a  200 meters dos principais museus de Amsterdam.

É verdade que tinha um quarto onde dormiu a família toda em duas camas de casal, mas o quarto era minúsculo, especialmente o banheiro. Para poder dar banho nas crianças eu quaser que tinha que ficar do lado de fora… muito pequeno.

As camas eram bem confortáveis e o andar bem tranquilo….

Uma outra coisa que me irritou foi a sala do café da manhã… pequena demais… arrumar uma mesa era uma guerra… Havia gente demais para pouco espaço… não acredito que o problema só ocorra em feriadões… o hotel é grande demails para acomodar no café da manhã naquele ambiente….

Os funcionários eram super gentis e prestativos, mas mesmo assim o hotel não merece um 5 estrelas… 4 já seria de bom tamanho.

Nos divertimos muitooo… Demos sorte que havia um lugar para alugar bicicletas ao lado do hotel e eles tinha a bicicleta cargo com a cadeirona para levar as crianças… não precisamos fazer mais nada do que colocar o cinto nelas e pedalar… que maravilha de transporte … Amsterdam é uma Cidade fácil de pedalar pois é reta e tem toda a infraestrutura. Voce acredita que há 600,000 bicicletas na Cidade?

Para essa viagem os nossos únicos planos certos era de dirigir para fora de Amsterdam em busca dos campos de tulipas.  Logo, se voce quiser fazer o mesmo, alugue um carro e dirija para Haarlem. A Cidade é lindinha e fica a uns 30 km de Amsterdam. Nós aproveitamos para visitar a cidadezinha e almoçamos no Spaarne 66, que é meio que um bistrot cujo almoço são vários petiscos que são feitos para dividir. Tudo estava uma super delícia.

 

De Haarlem, programe o  GPS e dirija para o sul na N208 na direção de Lisse. O caminho passa por diversas fazendas de plantação de Tulipas. Em Lisse há o famoso e haba haba fazenda parque keukenhof que fica aberto na época das tulipas por no máximo 2 meses.

Acabei que não entrei… ao chegarmos, notamos que o estacionamento estava lotado e estava também chovendo… como vocês sabem eu tenho dois filhos pequenos e uma caminhada na chuva pode ser mortal para pegar uma gripe…logo achei melhor deixar para uma outra oportunidade… De qualquer jeito, se voce for até lá, entre e aproveite… essa não é uma opinião isolada minha… 10 em cada 10 pessoas que lá vão, amam e elogiam o lugar… logo não perca.

https://keukenhof.nl/en/

Pelo que li e vi, há muitos hectares de flores e jardins diferentes… tudo de tirar o fôlego.

Voltamos para Amsterdam, alugamos as bicicletas e fomos pedalar… quando voltamos já não chovia mais… que maravilha de tarde tivemos… Amsterdam , como eu já disse é uma Cidade de retas, logo não se precisa fazer muito esforço para passear… os canais, as pontes, os cafés são super charmosos…. se voce tem filhos, alugue as bicicletas com assento duplo chamadas cargo.. cabe até duas crianças… tem cinto de segurança e aproveite o passeio…

A Cidade estava super lotada como era de se esperar em um feriadão… logo, fizemos tudo para evitar as ruas mais cheias e formos para ruazinhas mais calmas o que nos fez descobrir recantos lindos…. nós não tinhamos lugar específico para ir… logo foi uma pedalada por prazer… um trajeto que descobrimos e que serve de dica é pedalar em direção ao zoologico e passa pela parte de trás deste… meus filhos adoraram quando viram girafas, zebras, elefantes e leões… acharam que estavam em um safari… pois os muros são grades e os animais circulam livremente….

Minhas viagens giram muito em torno de comida….  Em Amsterdam, voce deve provar os croquetes de carne que se chamam Bitterballen. Quem mora no Rio de Janeiro vai identificar como o croquete do alemão… crocante por fora e macio por dentro, mais que delicioso… Pela Cidade há um tipo de padaria meio que fast food em que há uma estufa com varias janelinhas em que se paga com a moeda e daí a portinha abre e retira-se o lanche. Não é coisa para fazer todo dia mas é gostoso de se provar.

Uma outra coisa para provar são as batatas fritas com Maionese….  e vá comer no famoso VleminckX…fica no centro de  Amsterdam… fomos lá e UAU… as fritas eram mais que deliciosas… eram divinas… eu não sei fazer batata frita desse jeito… perfeitas demais…

http://vleminckxdesausmeester.nl/en/

 

Amsterdam é também a sede da cervejaria Heineken … se voce tem tempo de sobra e não se importa em esperar já que as filas são longas, voce deve visitar a Heineken, chamada de Heineken experience.. Eu, infelizmente não fui… 2 crianças pequenas e um marido que não é muito paciente com filas, significa que perdi…. era minoria para lá de vencida! Preciso voltar a Amsterdam com alguém que seja paciente e seja adulto… pois há muito programa legal a fazer!

https://www.heineken.com/Heineken-Experience/

Bem, voltando ao assunto comida… Tivemos duas experiências bem legais… Na primeira noite fomos ao maravilhoso Sushi Samba… um sushi que mistura comida Peruana, Brasileiira e outras da América Latina…. Nada barato e muito bem frequentado…vale a pena… logo, reserve com antecedência… Tivemos muita sorte… assim que fui perguntar se tinha mesa, eles tinham acabado de ter um cancelamento de reserva… daí deram a mesa para nós, mas ao olhar em volta me dei conta que foi sorte mesmo… pois o lugar estava lotado…. as fotos que tirei foram a tarde quando fui perguntar se tinha mesa para o jantar… o restaurante ainda estava fechado.

Todos os sushis são assinados… no restaurante não há nada de básico… Pedimos alguns para experimentar e tivemos que pedir mais…. pois estavam de outro mundo….

Comemos a moqueca brasileira também e estava deliciosa… melhor do que muita moqueca que já comi no Brasil.

A nossa outra experiência foi o brunch de Páscoa no restaurante Bridges no hotel Sofitel Le Grand.  Eu vou contar os detalhes em um post separado parte da minha série de brunches. Logo, fique ligado… foi divertido e comemos muito bem, mas eu teria algumas recomendações a fazer, e as farei.

A viagem não seria completa se não fizessemos uma viagem de barco pelos canais de Amsterdam… Leva aproximadamente 1 1/2 hora, bem turistico mas vale a pena… se aprende bem sobre a Cidade e dá para conhecer recantos que não se conheceria se não fizesse a viagem… Há varias referencias de lugares e pessoas que foram ilustres e o que fizeram e como contribuiram para o sociedade local e até mundial.

Não fomos muito as compras a não ser os souveniers habituais.. Uma coisa legal é visitar as lojinhas de queijo… Há varias espalhadas pela Cidade e os Holandeses exploram bem comercialmente o seu queijo principal que se chama Gouda… há várias variações e sabores… além da apresentação ser interessante e bonita também. Prove o queijo gouda com trufas negras… morri quando provei… e acabei comprando um monte.

NÃO visite o museu Coster Diamonds… Não tem nada de museu… na verdade é uma fraude para te fazer entrar e te vender jóias caras e horrorosas… Um horror! … Eu só entrei pois queria mostrar a minha filha a transformação do diamante bruto em pedra bela e lapidada.

Assim que a “guia” notou que nós não estavamos interessados em comprar nada, ela nos largou no meio do caminho e não nos mostrou nem o caminho da saída… na verdade não havia muito a ver a não ser vitrines de jóias a venda por preços exorbitantes…e conforme íamos andando por aquele labirinto,  a qualidade caía e acabamos em uma sala de souvenir baratos made in china…  Espero que nuncam tenham que passa por essa experiência…. logo se colocarem no seu roteiro, ou sugerirem… apenas não vá!

Amsterdam é uma Cidade com tribos completamente diversas… Eu sou uma “mãe de família” no conceito mais entediante que possa existir, logo passei longe da área “quente” da Cidade com suas vitrines sensuais e cafés onde tudo é liberado. Na verdade nem quando eu era solteira e sem filhos, eu me interessava por esse tipo de programa.. nunca foi para mim… mas para aqueles que se interessam, há produtos de maconha por todos os lados… desde da inofensiva camiseta, pirulitos até a coisa de verdade…

Essa é provavelmente uma das cidades mais liberais do mundo para se visitar… logo seja lá quais forem as suas escolhas…. aproveite e curta!

xx Valentina