Minha visita a sede da Vacheron Constantin

Quando eu recebi o convite para ir conhecer a sede mundial da Vacheron Constantin, eu me belisquei…

Eu já escrevi varias vezes aqui no blog o quanto me sinto agradecida pelo blog e o meu trabalho me trazerem oportunidades de conhecimento e que não estão disponiveis a maioria das pessoas.

São tantos os lugares e pessoas excepcionais que tenho encontrado… Esse convite é apenas mais um exemplo.

Uma experiência única….

A sede do Vacheron Constantin fica em uma região de Genebra chamada Plan-les-Ouates…

www.vacheron-constantin.com/en/home.html

Eu nunca havia ido a essa região e a minha primeira impressão foi de que eu não estava na Suiça…. Conforme of motorista ía passando pelas ruas, eu me dei conta que essa região chamada industrial nõ é uma região como outra qualquer… Na verdade cada prédio meio que é uma clara expressão das varias marcas que ali estão representadas. Estruturas arqutetônicas impressionantes, umas modernas, outras menos, mas bastante grandiosas…. Impressionante. Um área para demonstrar claramente o poder do luxo e do dinheiro… De forma Suiça, é claro… sem ostentação…

Vacheron Constantin não é nada diferente do que está em torno… a fachada é imponente e poderosa !

Ao chegarmos… eu fui uma das 5 blogueiras a fazer a visita, fomos logo explicadas o que veríamos e como tudo iría transcorrer.

Bem, não sei vocês mas quando olhava esses relógios para lá de maravilhosos, eu não tinha a menor estimativa do tempo que eles levavam para serem feitos… acho que eu nunca havia pensado muito a respeito… Alguns levam meses e meses desde o design inicial, desenvolvimento e produção… Tudo é feito a mão… cada peçinha…. assim, a fábrica faz apenas 25,000 relógios por ano…

No início fomos levados para a sala que chamam de embelezamento ou sala de decoração, onde nos demonstraram como o máquinario e pensado e montado… O processo de montagem de cada relógio muda de relógio para relógio já que cada um tem suas próprias características e complicações…

Um parêtenses no que diz respeito as complicações.. O relógio básico mostra a hora…. Hora, minutos e segundos… Qualquer coisa a mais no relógio é considerado uma complicação…. Logo, quando se olha para o relógio e vê o dia, isso quer dizer que foi inserido uma complicação naquela peça. Essa data que parece uma função simples, mas tem um impacto enorme no relógio, pois mudará toda a formação da engrenagem do relógio…. Assim, tudo aquilo que for adicionado, como por exemplo calendário lunar, horários globais e etc, mais e mais peças terão que ser integradas a caixa do relógio o que terá um grande impacto no tamanho, no peso, e claro no tempo gasto na produção daquela peça.

Não preciso nem dizer que quanto mais tempo gasto na peça, mais caro fica o relógio.

Nessa sala chamada de embelezamento, nos foi mostrado parafusos microscópicos… Sim, voce leu certo… os parafusos são tão pequenos que não podem ser vistos a olho nú… são manuseados sob o uso de microscópios… a precisão do relojoeiro tem que ser absoluta pois não há espaço para erros.

Depois fomos para a sala da pintura em esmalte…

Essa pintura em esmalte é uma técnica onde se esmalta o mostrador do relógio. O esmalte reage quimicamente a elevada temperatura dos fornos fazendo com que a cor do esmalte apareça de forma clara e viva. O designer tem a oportunidade de usar o esmalte para pintar mas também para desenhar o tema que quiser no mostrador.

Eu pude pintar um mostrador e ao fazê-lo me dei conta de como é um exercício difícil. Primeiro porque a quantidade de esmalte aplicada no mostrador tem que ser precisa e tem que ser aplicada de forma homogênea para que a cor ao passar pelo forno saia de forma homogênea também…. ao pintar eu percebi que a minha mão nã tinha o peso certo… ou ficava leve demais ou pesada demais… eu precisaria de muita prática para fazer a coisa certa…. até porque os mostradores são pequenos e a pintura é cheia de detalhes… alguns dos artisãos pintam com o auxílio de uma câmera conectada a uma tela onde eles podem acompanhar o próprio trabalho de forma amplificada.

 

Na mesma área de esmalte, havia um artisão que estava cravejando diamantes nos relógios. Mais uma vez a precisão total é necessária. Cada diamante é cravejado a mão, um por um, em um perfeito quebra-cabeças. Me foi explicado que a parte mais difícil é assegurar que os diamantes sejam cravejados de forma que o visual seja estéticamente perfeito… e que seja homogênio com o tema do relógio… O artisão tem que mentalmente antecipar o visual do produto final,  antes mesmo de cravejar, pois estamos lidando com pedras naturais que tem forma, tamanho e peso diferentes… uma pedra mal colocada significa tirar tudo e começar do zero.

 

 

Próxima parada… a sala de gravação. Nos foi mostrado como se grava os mostradores dos relógios… e para isso se usa máquinas bem antigas -que tem mais de 100 anos de vida. São essas gravações que muitas vezes criam o tema a ser demonstrado no relógio… Eu achei interessante que apesar da relojoária ter se modernizado… algumas das técnicas continuam sendo tradicionais e antigas… como feitas originalmente.

Fomos também levados a sala das grandes complicações. Mais acima eu tentei explicar o que complicação significa . Nem os especialistas conseguem definir o que grande complicação quer realmente dizer… O turbilhão poderia ser o exemplo mais concreto… mas se pudesse colocar em palavras, a grande complicação tem um nome quase literal… são todas essas funções incorporadas em uma peça só, obrigando a tudo se integrar de forma perfeita e harmônica. Essa sala é uma sala muito especial, onde a maioria das peças são feitas sob pedido exclusivo… logo não foram permitidas muitas fotos.

Depois desse mundo de informação fomos levados para almoçar. Vacheron Constantin nos mimou com uma deliciosa refeição onde a sobremesa estava para lá de divina. Foi uma delícia pois tive a oportunidade de trocar figurinhas com algumas das blogueiras ali presentes também.

Sei que é um monte de informação… espero que tenha gostado e que eu tenha podido passar um pouquinho dessa experiência inesquecível. Obrigada a Vacheron Constantin e a agência Sparkle pelo convite e oportunidade.

xx Valentina