Como mulher, quero tudo!

Ontem foi o dia internacional da mulher e eu li vários artigos, posts e mensagens sobre dia….

Devo confessar que algum dos posts me deixaram um pouco perturbada… Pois muitas mulheres expressavam o seu desconforto e desacordo com o dia… Eu concordo que a geração atual talvez não se aperçeba do significado real do dia…que não saibam dos fatos que ocorreram ao longo das últimas décadas para que fizesse que as Nações Unidas reconhecesse o dia oficialmente… E que nós mulheres não deveriamos ser apenas reconhecidas uma vez no ano, mas também nos seus outros 364 dias…

Eu concordo e discordo com as posições que li contra o dia… A razão é simples, iguais devem ser tratados igualmente e desiguais desigualmente…

Sem pretender ser hipócrita, nós não somos iguais… Nós queremos e merecemos ter tratamento igual aos homens, mas na realidade ainda somos desiguais… Nós mulheres somos estigmatizadas no mundo inteiro… E aqui não me refiro especificamente a religião ou cultura, pois a desigualdade existe em todos os países e sociedades… Nós ainda recebemos menos salários, menos oportunidades, mais trabalho, para não dizer que muitas de nós ainda são abusadas, desrespeitadas e violadas.

Por essa razão nós não merecemos apenas um só dia mas muitos outros… Entretanto um dia já é um começo…e eu não estou aceitando migalhas… Estou apenas querendo demonstrar que o reconhecimento é uma prova de que estamos certas no nosso pedido…que estamos certas na nossa luta pelas mesmas possibilidade de escolha e oportunidade…e que todas as mulheres que lutaram e se sacrificaram pelo direito de trabalhar, votar e receber um salário igual, são vencedoras em suas lutas…

É óbvio que ainda há muito mais a ser feito…eu quero tudo e nós vamos chegar lá…Nunca na história mulheres tiveram tanta voz, tantas oportunidades, tantas escolhas e tanto espaço e esse espaço só irá aumentar… É um caminho sem volta… Até o dia em que seremos realmente iguais e que o debate sobre o dia internacional da mulher será estéril pois entenderemos que homens e mulheres não sobrevivem uns sem os outros…

Parabéns a todos nós…eu aceito as flores, os elogios, o aumento de salário, a promoção, o direito de voz…obrigada a todas as pessoas que participaram nessa caminhada, e aqui o agradecimento não tem  genêro…ainda temos um longo caminho a seguir, mas estamos também bem longe do primeiro passo… Vamos celebrar!