Spa Junkie 8 – Instituto Misifus – Genebra

Voce já ouviu falar de Yin e Yang?

Conceito tradicional de medicina Chinesa baseado nas leis do Universo, Yin e Yang são a essencia de tudo que existe… é uma metáfora dos dois lados da mesma moeda, sem um o outro não existe. É o feminino e o masculino, o positivo e o negativo, e que sobe e o que desce.

Equilibrar o nosso Yin e Yang é vital!

Temos os dois dentro de nós, mas por causa da nossa personalidade, educação e contexto social, um deles predomina… seja Yin ou Yang e por isso equilibrá-los se torna crucial.

Eu confesso que nunca me liguei muito nisso. Não que não ache muito importante, eu me exercito, eu medito, eu me alimento bem, mas nunca pensei em re-equilibrio energético.

Logo, quando fui convidada a visitar o Instituto Misifus em Genebra, eu fiquei super empolgada com a possibilidade de descobrir sobre essa técnica milenar.

Antes da visita me foi dada a opção de escolher o meu tratamento. Lendo sobre as alternativas, e me baseando no foco holístico do instituto, eu escolhi a massagem que é feita no chão.

Um pequeno parenteses sobre a localização do Instituto. Situado em uma área residencial da Cidade chamada Champel, o lugar é um calmo cheio de parques verdes e relaxantes. Perfeito para esse tipo de tratamento e tem estacionamento fácil também.

Voltando a experiencia. Eu fui recepcionada por Mari Carmen e Donia. Mari Carmen é a diretora do Instituto e vem estudando sobre os benefícios dos tratamentos energéticos há muitos anos. Mari Carmen escolheu trazer as marcas Alqvimia e Du, direto da Espanha, pois elas estão alinhadas com os princípios e metas dos tratamentos que escolheram apresentar no Instituto.

Donia foi a minha massagista. De fala mansa, Donia me fez rapidamente relaxar para me preparar para o tratamento. Uma das primeiras coisas que fiz foi ser analisada pela máquina para saber qual a predominância… yin ou yang.

Eu confesso que fiquei meio desconfiada sobre a precisão da máquina. Logo, me surpreendi, pois a máquina determinou que eu era mais equilibrada do que eu mesma pensava ser. Isso porque eu corro de um lado para o outro meio como uma perua tonta… logo havia pensado que o pendulo iria ou para um lado extremo ou para o outro.

Mas não, a máquina me leu ser mais yang, uue quer dizer que eu tenho uma força masculina forte, que é incansável, aventureira, excitante, extrovertida e corajosa. Entretanto , me faria bem ser mais calma, paciente, tolerante e menos passional.

O ponteiro não foi totalmente para o lado yang, mais ainda determinou claramente a sua predominância, logo, agora a meta era ir para o chão e tentar re-equilibrar as energias para o lado yin.

Me deitei confortavelmente na cama feita no chão, e daí experimentei uma massagem bem diferente do habitual. Primeiro, eu estava toda vestida. Não havia cremes ou óleos e todo contato físico é feito através das roupas. Não é uma massagem com as mãos de movimentos constantes. Ao contrário, Donia me esticou, alongou pernas e braços, e pressionou pontos específicos do meu corpo. Eu adormeci e fiquei relaxada por quase toda a massagem mas inesperadamente Donia pressionou um ponto especial da minha coxa, sim, voce leu certo… na minha coxa, e daí o meu corpo todo acordou!

Eu nunca senti nada assim em toda a minha vida. Não foi ruim… foi muito diferente, meio como um choque elétrico… difícil de explicar. Saiu da minha coxa e foi direto aos meus pés e na mesma velocidade foi a minha cabeça. Subiu e desceu ao mesmo tempo…. estranho mas sensacional… positivo e negativo… yin e yang.

90 min se passaram muito rápido. Eu me senti relaxada e re-energizada mas senti que precisava de mais.

Donia me explicou que normamente massagistas exploram as costas e os ombros, mas que há outros pontos do corpo iguais e tão importantes. No meu caso são as minhas coxas. Interessante e surpreendente. Ela também me falou que eu precisava explorar um pouco o meu ventre, meio na região do umbigo para poder liberar energias primitvas acumuladas.

Desde então eu venho me educando mais sobre yin e yang, e já li vários artigos sobre equilíbrio. Eu adorei a experiência e quero retornar.

Stress e falta de tempo não sã desculpas para não fazê-lo… na verdade são razões para fazer. No Instituto Misifus Podemos encontrar tratamentos que requilibram corpo e alma, hoje tão indispensável para o nosso bem estar.

Experimente!

www.institut-misifus.com/

xx Valentina